VEGETARIANISMO É APENAS PARAR DE COMER CARNE?

Muita gente acha besteira deixar de comer carne pela crueldade vivida pelos animais,
afinal, é tão gostoso, né? Mas você sabe quais são os outros motivos que fazem com
que alguém deixe esses hábitos alimentares de lado?
Para quem não sabe, o mercado pecuário afeta diretamente o funcionamento do
ecossistema, ainda mais no Brasil, país que consome carne em quase todas as refeições: pão com presunto e queijo no café da manhã, feijoada no almoço e até pizza
de calabresa na janta.
Segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira, nosso país detém o maior rebanho
comercial do mundo, chegando a ocupar 200 milhões de hectares. A área desmatada
faz parte do Cerrado, Pantanal e até da Floresta Amazônica. Outro ponto a ser
destacado é a utilização de água nas produções agropecuárias. Em entrevista à revista
Época, a pesquisadora Joana Portugal Pereira, da Universidade Federal do Rio de
Janeiro (UFRJ), destacou que cerca de 15 mil litros de água são utilizados para produzir
um quilo de carne.
Além do impacto no meio ambiente, outro fator decisivo nessa escolha é a questão da
saúde. Segundo uma matéria publicada no site da Superinteressante, nos últimos 30
anos autoridades dos Estados Unidos têm aconselhado a diminuição do consumo de
carne vermelha, uma vez que aumenta as chances de cânceres e enfartes.
Para quem se interessou pelo assunto, aí vão algumas dicas de documentários sobre a
temática do vegetarianismo:

  • A Carne é Fraca – Youtube;
  • Cowspiracy – Netflix;
  • Terráqueos – Youtube.
    Fonte: Sociedade Vegetariana Brasileira, Superinteressante e revista Época.